A análise PESTAL é o primeiro passo para o desenvolvimento da análise das 5 forças de Porter, para a construção de uma SWOT e para a preparação do Planejamento com Cenários. Sua função é identificar as forças externas que podem impactar no negócio detectando oportunidades e ameaças. Trata-se de uma forma de se aprofundar no ecossistema que a empresa está inserida.

Você já pode ter lido PEST, PESTAL ou ainda PESTEL.  Trata-se da mesma análise que visa a entender as forças do macroambiente.

P – Fatores Políticos: Eleições; Mudança de governo; Relação entre países; Políticas Governamentais; Conflitos internos; Relação público e privado; Iniciativas e financiamento público.  Exemplos de fontes:

Governo Federal Notícias

Portal da Câmera dos Deputados

E – Fatores Econômicos: Tributação; Inflação; Taxa de Juros; Câmbio; Índices de Preço; Política Monetária; Sazonalidade de Produção; Tendências Econômicas; Balança Comercial; Economia Local; Índices de Confiança; Relações Comerciais com outros países; Nível de mão-de-obra; Taxa de desemprego.  Exemplos de fontes:

Boletim Mensal do Banco Central

Dados macroeconômicos e sociais do IPEA

S – Fatores Sociais: Expectativa de Vida; Estilo de Vida; Crescimento Populacional; Taxa de Natalidade; Padrões de Compra; Relação entre Gerações; Papéis Sociais por idade e gênero; Tabus. Exemplos de fontes:

IBGE – Dados demográficos

GFK – Estilo de Vida e Comportamento do Consumidor 

T – Fatores Tecnológicos: Legislação em relação à tecnologia; Maturidade tecnológica; Tecnologias emergentes; Pesquisa e inovação. Exemplos de fontes:

Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI)

Ars Technica

A –  Fatores Ambientais: Gestão de sustentabilidade; Regulamentação Ambiental; Gestão de Resíduos; Atuação na agenda global de sustentabilidade; Aderência aos protocolos ou acordos para redução de emissão de carbono; Certificações Ambientais e/ou de gestão sustentável. Exemplos de fontes:

Ministério do Meio Ambiente (dados estatísticos e indicadores) 

IBGE – Informações Ambientais

L – Fatores Legais (regulatórios): Lei Trabalhista; Proteção do Consumidor; Regulamentação e Normas do segmento específico; Órgãos regulatórios; Legislação atual e tendências de mudança. Exemplos de fontes:

Revista Fator Brasil: notícias por segmento e indústria.

Sebrae: estudos por mercado. 

Como fazer

A análise PESTAL é um exercício analítico feito através de muita pesquisa. Trata-se de um exercício que deve ser realizado em equipe a fim de gerar uma interpretação mais rica.

Opção 1: Definir responsabilidades por integrantes da equipe. Cada fator ou fatores serão distribuídos por membro da equipe. Posteriormente em reunião realiza-se um debate e uma análise consensual.

Opção 2: Individualmente cada membro do time desenvolve sua análise PESTAL completa que posteriormente será discutida em equipe a fim de se chegar a um consenso com uma única análise PESTAL.

Citei neste post algumas fontes para inspirar a sua análise. A lista completa de fontes está disponível no post  “Fontes de Dados e Informações”.

Para ajudá-los na organização e análise dos fatores clique no link abaixo onde disponibilizei uma planilha com a geração de uma matriz de prioridade de ação por fator analisado.

Acesse a planilha com a Matriz PESTAL

Instrução para preenchimento da planilha:

  1. Liste os eventos e itens por fator que podem influenciar positivamente ou negativamente a performance de sua empresa.
  2. Analise o impacto destes eventos em relação ao desempenho da sua empresa: Alto impacto no negócio; Médio impacto; Baixo Impacto e Sem Impacto. Na planilha cada opção selecionada irá gerar uma pontuação correspondente.
  3. Faça a análise da probabilidade de cada evento ocorrer: Fraco; Médio; Forte e Muito Forte. Novamente cada item irá receber uma pontuação.
  4. Com estes campos preenchidos a matriz irá identificar os eventos que devem ser prioritários para acompanhamento na agenda da empresa e desenvolvimento de plano de ação. Veja a seguir um exemplo de matriz. Os itens no campo superior direito devem ser tratados com prioridade pois além de terem alta probabilidade de ocorrer, impactam fortemente no negócio.
  5. A próxima etapa é explorar o plano de ação por evento priorizando os fatores      sinalizados na matriz.
matriz pestal
Priorização de fatores – Análise PESTAL

A análise PESTAL pode ser conduzida em qualquer momento de revisão da estratégia do negócio, contudo sugiro que o levantamento dos dados seja periódico através da criação de um banco de dados temático.

Esse é o primeiro passo para estruturar a análise do ambiente em que o seu negócio está inserido.

E você, tem alguma dica de ferramenta analítica? Compartilhe nos comentários! 🙂