Todo início de ano é comum fazermos promessas e escrevermos as resoluções para o novo ano. Nesta lista a promessa de ler mais e aprofundar os conhecimentos técnicos aparecem com frequência. Separei aqui 5 livros de Marketing Digital para começarmos bem 2018 e já alcançarmos parte das nossas resoluções.

Confira a lista:

  • Marketing Digital de Alta Performance. Organização: Maurício Salvador, Maurici Junior, ComSchool, 2016.

Nesse guia prático, o leitor é convidado a se aprofundar nos canais de Marketing como SEO, Redes Sociais, Afiliados, Retargeting, e-mail, além de obter dicas de ferramentas e boas práticas de execução. O livro conta ainda com um capítulo dedicado ao planejamento de Marketing Digital que destaca a função da comunicação integrada entre as plataformas (digital ou tradicional). Essa obra é um roteiro prático da área de Performance que ensina planejar, executar e mensurar com exemplos reais e dicas de profissionais reconhecidos e experientes. Ótimo livro para estudantes, iniciantes na área e empreendedores.

  • Métricas de marketing: o guia definitivo de avalição de desempenho de Marketing/ Paul W. Ferris (et al.), Bookman, 2012.

Esse é um livro que precisamos sempre ter à mão! A obra reúne as métricas utilizadas no Marketing em 12 capítulos relacionados às funções desempenhadas por esses indicadores: métricas de branding, de rentabilidade, comerciais, financeiras, de precificação, da web, entre outras.  Cada capítulo é formado por seções com conceitos, fórmulas de cálculo, exemplos e casos do mercado.

O livro é baseado numa pesquisa respondida por 194 executivos e gerentes de marketing de diversas indústrias. Portanto, possui uma visão bem prática e de mercado. É um material consultivo que uso muito em minha rotina.  Logo no início do livro os autores disponibilizam uma tabela que reúne essas métricas por função ajudando o leitor a identificar o capítulo e ir direto a leitura desejada.

  • Marketing 4.0: Do tradicional ao Digital, Philip Kotler (et al.), Sextante, 2017.

Em Marketing 4.0, Kotler e colaboradores descrevem a mudança do poder de decisão do indivíduo para os grupos sociais. As comunidades de consumidores tornaram-se altamente influentes como uma espécie de fortaleza onde os indivíduos se protegem. Neste sentido, as conversas espontâneas nos grupos sociais sobre determinados produtos ou serviços são mais valorizadas do que campanhas publicitárias. Os autores colocam a importância do marketing de conteúdo neste contexto como ferramenta para gerar percepção positiva de marca. É uma leitura rápida e trata da convergência do Marketing Tradicional e do Digital.

  • Regras de Conteúdo – Como Criar Excelentes Blogs, Podcasts, Vídeos, E-books, Webnários que atraiam clientes e impulsionem seu negócio. Ann Handley & C.C. Chapman, Alta Books Editora, 2013.

Para dar ênfase ao papel do Marketing Conteúdo resolvi citar esse livro que para mim é a grande bíblia do tema. Os autores tratam o conteúdo como o rei, em linha com a temática abordada no livro Marketing 4.0 do Kotler. Mas aqui temos um guia prático para os estudantes e profissionais da área. A ênfase é mostrar que o conteúdo evidencia a história do seu produto, da sua empresa e pode te colocar como autoridade de um determinado tema. Por isso saber escrever e entregar valor nesse universo de pequenos tweets é imprescindível.

A primeira parte do livro apresenta e explica as regras de conteúdo relevantes, úteis e valorizados pelos clientes. Em seguida, a obra aborda como organizar e estruturar as ferramentas e canais de conteúdo como Blogs, E-books, Webinários, Vídeos, Podcast, entre outros. A parte três aborda os casos de sucesso. São 10 exemplos de empresas de mercados diferentes onde você pode analisar a forma de produzir conteúdo que converte. Por fim, os autores ainda disponibilizam um check-list útil para auxiliar no desenvolvimento de conteúdo.

  • Measuring Marketing – The 100+ Essential Metrics Every Marketer Needs – John A. Davis, 2018.

Essa obra acabou de ser lançada e ainda não está disponível em português. Só encontrei como e-book. O autor deixa claro que o Marketing como ciência não é mais tendência, é uma realidade. A compreensão de marketing como arte é algo cada vez mais distante, dos seriados de TV da década de 60 representados pelo clássico exemplo Mad Men.

Este livro está organizado em 11 partes que correspondem às diversas funções desempenhadas pelas métricas de marketing: métricas financeiras, de planejamento, de branding, de clientes, de produtos ou portfólio, de preço, de estratégias promocionais, de receita, do meio digital, de distribuição e comerciais. Capítulos individuais são dedicados a cada indicador com fórmulas e exemplos.

Ainda estou lendo esse material e o que mais me chamou a atenção foi a forma como o autor eleva o papel do Marketing de Performance para todos as áreas e funções do Marketing, ou seja, não se limita a web. Evidencia o momento de convergência que estamos vivendo das várias possibilidades de atuação do Marketing.

E você, tem alguma dica de leitura? Compartilhe nos comentários! 🙂